28 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 22


"E ainda que eu queira fazer isso direito
Não posso ler sua mente"
I Would - Justin Bieber


Justin: Não vamos bater. – Ele riu debochado.
Megan: É, e mais fácil voarmos do que batermos.
Justin: Megan é sério, eu sempre dirijo assim e nunca bati.
Megan: Também nunca tomou uma multa?
Justin: Tá isso já, mais eu não tomo muitas, tenho meus truques.
Megan: Como assim? – Eu ri.
Justin: Se o policial for homem, eu tento parecer a pessoa mais perigosa do mundo. Eles ficam com medo, e vão embora, e for mulher eu faço isso:
Justin: "Oi, por que me parou?"
Justin disse em uma voz bem sexy.
Megan: Justin isso é trapaça! – eu ri.
Justin: Pode ser, mais é melhor do que tomarem a minha carteira!
Um carro buzinou me assustando, Justin apenas riu.
Megan: Presta atenção! – Eu disse ainda assustada.
Justin: Relaxa Megan! – Ele disse ainda rindo.
Depois de um tempo, chegamos na minha casa. Desci do carro e caminhei um pouco, quando percebi que Justin não me acompanhava voltei.
Megan: Você não vem?
Justin: Não, seu pai tá ai.
Megan: Ele não morde.
Justin: É, quem faz isso sou eu.
Rimos.
Justin: Vou deixar o carro lá em casa, te vejo mais tarde.
Megan: Ok, até mais.
Fechei a porta e Justin acelerou, fiquei ali até ele sair do meu ponto de vista. Quando entrei, meu pai e Elyn estavam jantando na sala, coisa que eles raramente faziam. 
Elyn: Boa noite querida, como foi lá?
Megan: Eles já tinham preenchido a vaga!
Elyn: Que pena.
Max: Filha eu já te disse que não precisa.
Megan: Tá pai.. vou tomar banho!
Max: Espera!
Parei exatamente ali e me virei.
Max: Quem te trouxe aqui?
Megan: Justin!
Meu pai fez uma cara tipo "Ah, ele!" continuei andando, subi para o meu quarto, tirei meu casaco e fui tomar banho. Quando terminei desci para jantar, fui comer na sala, coisa que eu também não costumava fazer.
[...]
Estava no banheiro terminando de escovar os dentes quando escuto um pequeno barulho no meu quarto. Fui para o quarto e me deparei com Justin sentado na minha cama.
Megan: Tá aqui a muito tempo?
Justin: Não. 
Fui até ele e sentei ao seu lado, Justin logo me beijou.
Quando percebi o beijo estava intenso e o clima estava bem quente.
Parar era a ultima coisa que passava pela minha cabeça.
Justin: Não podemos fazer isso...
Megan: ...
Justin: Seria suicídio. 
Megan: Eu entendo... – sorri sem graça.
Megan: Justin...
Justin: Oque?
Megan: A porta estava aberta esse tempo todo!
Rimos.
Justin: Eles nunca vão conseguir me pegar aqui!
Megan: Tomara.
Justin: Oque é isso? – ele se referiu a umas feridas que haviam no meu braço.
Megan: Ah isso, eram cortes, mais eu não sei por que não sumiu.
Justin: Por que você fazia isso? – Ele passada os dedos pelas feridas.
Megan: Por que depois do 3º ano, a maioria dos meus amigos se mudaram, ou começaram a fazer faculdade eu fiquei sozinha e tive que ficar mais tempo em casa.. com aquelas duas, elas me tratavam mal o dia inteiro, falavam de mim, me diziam que eu era feia e sem graça. Enfim elas me tratavam muito mal, e isso doía bem menos.
Justin: Megan você é uma bobinha. Olha só você.. é a garota mais perfeita que eu já conheci... e olha que eu já vivi tanto tempo.
Megan: Eu achava que elas tinham razão, e isso me deixava muito triste. Obrigada Justin, você é maravilhoso!
Justin: Você não faz mais isso né?
Megan: Não.. eu parei faz muito tempo.
Justin: Que bom, eu não quero te ver assim.
Eu sorri para Justin e ele pegou uma caneta que havia no criado mudo, ele abriu minhas mãos e começou a escrever algo que eu só conseguir saber oque era quando ele terminou.
Justin On*
Eu e Megan ficamos contando historias e falando besteiras até a 1h da manhã, fomos interrompidos pelo seu pai obviamente, mais mesmo assim conseguimos aproveitar o momento. Megan dormiu no meu colo, eu fiquei ali por um tempo e depois fui embora.
(imaginem o Justin no lugar da Demi e a Megan no lugar desse carinha :B)


CONTINUA
Sim eu amo o clipe de ALAYLM! (avá ninguem percebeu)
Desculpem a demora, comentem e é amanhã õ/ (ai meu corassaum)!
Fiquem ai se apaixonando por esse gif perfeito.









24 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 21

"Mas se você é a pessoa certa pra mim
Então vou ser seu herói"
Hero - StarStruck

Justin: Jazzy, isso não vai acontecer. – Disse com um ar de ódio.
Jazmyn: Justin não se preocupe, quando ela estiver vindo eu verei e te contarei! – Ela me olhou.
Justin: Mesmo assim, vou protege-la.
Jazmyn: Tudo bem, apenas não deixe Lianne mata-lá. Justin Lianne é doente, ela é possessiva, ela nunca vai deixar você até que você seja dela! e o unico jeito disso acabar é... – Interrompi-lá.
Justin: Matando ela. – Disse desviando o olhar.
Jazmyn: Isso. Porque não pede ajuda ao Jason?
Justin: Não, eu sei fazer isso sozinho.
Jazmyn: Você sabe do que ela é capaz, ela tem ótimos dons.
Justin: Mesmo assim.
Jazmyn: Justin você precisa da ajuda dele, ele também pode protege-lá enquanto você não está por perto.
Justin: Ele tentou beija-lá enquanto eu não estava por perto.
Jazmyn: Faça oque achar melhor, mais depois não diga que eu não te avisei.
Justin: Tá Jazzy, entendi.
Sai do quarto pensando na proteção de Megan, eu não conseguiria viver em um mundo que ela não existe.
Chaz: Eai cara, aonde estava?
Justin: Eu estava na casa da Megan. – Me desliguei dos meus pensamentos.
Chaz: Não perde tempo hein Justin! – Ele riu malicioso.
Justin: Me respeita cara. Estamos namorando agora.
Chaz: Pois é, por que todo mundo nessa vida arranja namorada e eu não.
Justin: Ah qual é, você não tem uma por que não quer, vai esperar uma namorada cair do céu?
Chaz: Não sei, mais se caisse séria uma boa. – ele riu.
Justin: É, mais como eu não preciso mais disso – Disse em um ar de gabação.
Chaz: Valeu.
Justin: Cadê o Ryan?
Chaz: Caçando com a Lisa.
Justin: Que pergunta idiota a minha, eles quase que precisam um do outro pra se mover.
Chaz: E você também vai ficar assim.
Justin: Não exagera!
Chaz: Vamos fazer um lanche?
Justin: Opa, vamos!
[...]
Megan On*
Eram mais ou menos 21h da noite, eu estava indo para casa. Tinha ido até uma loja aonde estavam contratando atendentes, apesar do meu pai dizer que não precisava, eu queria ajudar ele e a Elyn a segurarem a barra lá em casa. Estava sozinha naquela rua que parecia deserta, fui andando por que não imaginaria que as ruas daqui são tão, escuras e desertas. Entrei em uma especie de beco, não havia iluminação e eu já estava ficando assustada. Quando voltei para a rua, havia um grupo de "Homens" ali, ignorei eles, é isso que eu sempre faço. Mais não adiantou, eles começaram a mexer comigo e eu fiquei ainda mais assustada.
xXx: Ei gatinha, vem aqui.
xXxX: Que tal se divertir com agente um pouquinho?
XxX: Estamos vendo você princesa.
Ignorei e continuei andando, mais eles vieram para cima de mim, foram chegando mais perto. Não quis demonstrar medo, ou algum tipo de reação, continuei andando, e eles começaram a me cercar. Legal é hoje que eu sou estuprada.
xXx: Quer brincar um pouco com agente? – Ele passou a mão nos meus cabelos.
Megan: Me deixem em paz, por favor!
Apesar de estar com muito medo, falei tentando parecer tranquila.
xXxX: Vamos ser bonzinhos com você. – Ele passou sua mão por minha cintura.
Tentei empurra-lo mais eles eram 4 e eu só uma. Quando estava perdendo as esperanças de sair dali "normalmente", vimos o brilho dos faróis de um carro invadir a rua, o carro chegou cantando pneu roubando a atenção daqueles homens e minha também. A medida que foi se aproximando percebi que era o Justin no seu Fisker Karma cromado. Naquele momento eu sorri vitoriosa, um dos caras continuava segurando meu braço mesmo surpreso. Justin desceu do carro, havia ódio em seus olhos. O homem que segurava meu braço me soltou na hora.
Justin: Entra.
Imediatamente entrei no carro e fiquei observando aliviada.
XxX: Perigoso isso que você fez garoto. – Disse assustado.
Justin: Perigoso vai ser oque eu vou fazer com vocês agora. – Ele disse seco.
Os homens riram e eu voltei a ficar assustada, oque eles poderiam fazer com Justin, ou oque Justin seria capaz de fazer com eles. Justin fechou suas mãos como se fosse socar alguém, ele ficou fitando aqueles homens. Justin iria ataca-los mais eu o chamei, ele entrou no carro e me olhou.
Justin: Coloca o cinto e se segura.
Megan: Ok.
Coloquei o cinto, Justin acelerou tentou atropelar alguns deles mais não teve sucesso. Saiu dali com uma manobra deixando aqueles homens nos olhando surpresos.
Quando saimos da rua, Justin dirigia feito um louco, oque me deixou assustada.
Justin: Tudo bem?
Megan: Tudo, obrigada.
Justin: Eu deveria voltar lá e matar todos eles.
Megan: Não precisa, eu estou aqui com você.
Justin: Você nem imagina as coisas horriveis que eles estavam pensando. –Ele disse demonstrando ódio com sua voz rouca.
Megan: Justin você está dirigindo há 150 por hora. – Disse meio que gritando.
CONTINUA
Ois, desculpem a demora estava sem criatividade. Vou postar os gifs agora sem Links pra enfeitar kk Comentem, bjx ;3






21 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 20


"Se eu fosse seu namorado, nunca deixaria você ir embora
Posso te levar a lugares em que você nunca esteve antes
Amor, arrisque-se ou você nunca saberá"

Justin Bieber - Boyfriend

Megan: Hm... Sim Justin, eu quero ser a SUA namorada!
Justin: Ótimo – Ele sorriu perfeitamente como sempre.
Megan: Mas tem uma condição... Apesar de eu também estar meio chateada com o Jason, quando vocês se verem ou sei lá... por favor finjam que não se conhecem e não briguem, eu odeio isso.
Justin: Tudo bem, é só isso?
Megan: Sim – sorri.
Estava começando aquele clima que sempre surge quando estamos prestes a nos beijar. Justin passou seus braços por minha cintura e eu entrelacei meus braços em seus ombros.
Megan: Justin, antes que tal você meio que me... cheirar. – disse com um certo desconforto.
Justin: Megan eu não sou um cachorro – ele franziu a testa – isso é coisa para cachorros.
Megan: Eu sei mais talvez ajude, não quero que aconteça aquilo.. você sabe!
Justin: Seria perigoso, é difícil para mim.
Megan: Mesmo assim.
Justin: Porque você confia em mim?
Megan: Porque você não confia em você? – o fitei.
Justin: Eu não sou confiavel. – ele disse seco.
Megan: Tá, então tenta?
Justin: Tudo bem.
Justin se aproximou de mim, retirei a cortina que meu cabelo criou envolvendo meu pescoço. Justin respirou fundo e se aproximou de mim, corei quando ele se aproximou do meu pescoço e deu uma pequena risada pelo nariz. Não senti sua respiração, ok Justin não respirava. Ele foi se aproximando mais, quando senti seus lábios gelados se aproximando da minha pele, fiquei arrepiada e soltei um leve gemido.
Justin: Você tem um cheiro... bom. – ele se afastou de mim.
Os olhos de Justin estavam com outra tonalidade.
Justin: Você está com medo?
Megan: N-não, eu só estou meio... – Justin me interrompeu.
Justin: Não precisa, eu nunca farei nada contra a sua vontade.
Megan: Eu sei – Abri um sorriso de lado.
Justin: As vezes eu queria muito saber oque você pensa. – a expressão de seu rosto mudou.
Megan: Posso te contar.
Justin: Me conte. – ele segurou meu rosto, fazendo nosso olhar se encontrar.
Megan: Me beija!
Justin guiou meus lábios aos dele. Aquele concerteza seria um de nossos melhores beijos, Justin não temia  a ele mesmo, e eu não iria ter que aguentar aquele corte de clima depois de nossos beijos.

Megan: Ok, agora eu tenho que começar a fazer o almoço do meu pai.
Justin: Por que não pede pronta?
Megan: Por que não.
Fui até a cozinha e Justin foi atrás de mim.
Justin: O jeito é olhar, eu não sei nem como se faz gelo.
Megan: Imagino – risos.
Justin: Eu não preciso disso mesmo. – ele brincou.
Megan: Isso é estranho, você já comeu comida comigo, lembra?
Justin: Lembro, é meio bom, mas... não desce.
Megan: Deve ser horrível.
Justin: Mais ou menos.
Comecei a pegar as coisas que iria usar para cozinhar. Justin apenas me observava.
Megan: Adivinha do que eu lembrei agora?
Justin: Oque?
Megan: "Tem certeza de que não quer comer nada?" – Relembrei o acontecido com a garçonete.
Rimos.
Justin: Credo, acho que eu nunca mais volto lá.
Megan: Verdade, eu não vou deixar, vai que ela abusa de você.
Justin: Isso seria meio que impossível.
Megan: É, mais é bom prevenir.
Continuavamos conversando enquanto eu fazia a comida, Justin me ajudava pegando os ingredientes e as coisas que eu precisava, ele era super rápido e ágil. Quando eu estava quase terminando, escutei
a campainha que fez eco por toda a casa, pela voz, era meu pai. Ele não costumava chegar antes do horario.
Megan: Meu pai.
Justin: É melhor eu voltar depois.(mim beija diasten rç) – Justin foi até o corredor.
Megan: Te amo, até mais tarde. – mandei um beijo.
Meu pai tocou a campainha novamente, corri até a porta para abrir.
Max: Oi filha. – ele me beijou na testa.
Megan: Oi pai.
Max: Tá cheirando a perfume masculino.
Megan: To é? – disse desfarçando.
Max: Ta sim.
Megan: Eu hein, vamos comer?
Max: Vamos!
[...]
Justin On*
Assim que cheguei em casa, Jazzy me chamou, ela disse que era assunto sério. E eu logo fui falar com ela.
Justin: Oque foi Jazzy? – Disse encostando a porta.
Jazmyn: Justin a Lianne está vindo.
Justin: Oque?
Jazmyn: A Lianne está vindo... e ela ....quer matar a Megan...
CONTINUA
Oi pessoas, estão gostando? comentem ai (eu arrumei agr dá pra comentar em anonimo caso vc queira me chingar rç sqn) e se for leitora nova, ou slá Clica Aqui para ser avisada. bjx ;3



18 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 19



"Devo dizer a ela como eu realmente me sinto?
Ou devo me aproximar ainda mais
Como eu poderia saber?"

Justin Bieber - Catching Feelings

Jason: Já tava demorando..
Megan: Não começa vocês dois por favor.
Justin: Eu não posso ficar longe da MINHA namorada por minutos que os lobos caem matando?
Jason: Sua namorada? Essa é nova!
Megan: Pois é...
Justin: Isso mesmo, minha namorada, então eu acho melhor você não tentar nada.
Jason: Tipo oque? – Jason se levantou.
Justin foi pra cima de Jason, levantei imediatamente antes que eles começassem a se matar ali mesmo.
Megan: Ei, chega! Justin... eu preciso conversar com Jason.
Justin: Tudo bem, eu vou estar lá fora – Justin me beijou
Jason: Eu não mereço...
Justin: Qualquer coisa!
Megan: Tudo bem.
Justin saiu, deixando eu e Justin a sós.
Jason: Minha vontade é de arrancar a cabeça desse idiota.
Megan: Imagino que a dele também. – risos.
Jason: Como você pode namorar um cara tão... ele?
Megan: Deve ser por ele ser tão ele. – brinquei.
Jason: Então tá. O cara volta do lugar de onde ele nunca deveria ter voltado antes e vocês já estão namorando?
Megan: Eu também fiquei surpresa mais acho que sim. Sério que você quer conversar sobre o meu namoro?
Jason: Infelizmente agente não escolhe por quem se apaixonar!
Megan: É... mas eai cade o Drake?
Jason: Na escola
Megan: Ele estuda?
Jason: Ele só tem 14 anos.
Megan: Não parece, ele tem um corpão e é tão bonito!
Jason: Igual a mim – risos.
Megan: Besta – risos.
Jason: Megan já parou pra pensar que você pode achar uma pessoa melhor pra você? Uma pessoa que te trate bem e que te ame mais?
Megan: Não eu não tenho motivos para pensar nessas coisas... mas porque a pergunta?
Jason: Porque... Megan eu estou apaixonado por você, e quero que você fique comigo!
Fiquei surpresa, então é por isso que ele implica comigo e com o Justin.
Megan: Por que você tá fazendo isso comigo?
Jason: Isso oque? Eu não escolhi.
Megan: Eu sei mas Jason.. você não devia.
Jason: Eu sei, você nunca vai ficar comigo... prefere aquele sangue suga.
Megan: Jason eu te amo como amigo, não consigo te amar como eu amo o Justin.
Eu poderia pegar leve, dar esperanças para Jason, mas isso iria feri-lo ainda mais.
Megan: Eu não quero te machucar, mas eu sou apenas sua amiga!
Jason se aproximou de mim, me afastei mas ele foi mais rapido. Ele quase me beijou quando derrepente ele estava jogado no chão.
Justin: eu vou acabar com você.
Jason se levantou rapidamente e eu me assustei, Justin deu um soco bem forte em Jason, mas Jason não demonstrou sentir dor alguma, Jason estava prestes a socar Justin mas eu entrei no meio dos dois, estava com medo de que eles se matassem e quebrassem toda a minha casa.
Megan: Se quiserem se matar, vão lá fora... mas nunca mais venham atrás de mim.
Eles ainda ficaram se fitando e eu fiquei com medo de que eles me ignorassem e continuassem brigando ali mesmo.
Jason: Eu já vou, foi mal qualquer coisa Megan.
Megan: Tudo bem – Sorri forçado.
Jason saiu batendo a porta, Justin voltava ao normal enquanto eu o olhava.
Megan: Oque foi isso?
Justin: Ele tentou te beijar..
Megan: Mais não beijou, Justin se vocês tivessem brigado de verdade e a casa estivesse sido totalmente destruida, oque eu iria falar pro meu pai?
Justin: Desculpa.
Justin fez uma carinha tipo "Sou fofo, por favor me desculpa", e eu não resisto.
Megan: Tá, e desde quando eu sou sua namorada?
Justin: Desde agora: Megan, você quer ser a MINHA namorada?
(tive que postar sem link pq esse gif é muito fofo senhor :3)
Megan: Hm...
CONTINUA
Como eu to má hoje vou postar só até aqui rç Comentem e sigam o blog, quem ainda não segue :B Bjx




14 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 18

"Louve aqueles que duvidam de nós
Não dou a mínima para eles"

Justin Bieber – Never Let You Go

Megan On*
Estava na mesa para tomar café, como era segunda eu estava sozinha, Elyn trabalhava todos os dias até nos finais de semana, meu pai foi promovido a chefe de policia e folgava alguns domingos, oque era ruim, se eu não tivesse o Justin ou o Jason... Quer dizer quando eu tinha o Jason isso ficava menos pior. Eu não tinha ideia do que fazer, mais uma coisa eu não iria fazer: Ir atrás do Jason, eu realmente não intendia por que ele mudava completamente quando eu estava com Justin, ciúmes? poderia até ser mas acho que não. Enfim eu tinha uma casa toda para mim e não sabia oque fazer. Peguei meu notebook no quarto e entrei no Skype, estava com saudades da minha mãe e ela concerteza estaria lá ela sempre faz comida no computador. Quando entrei foi oque previ, ela estava lá. Me chamou para conversar pela Web Cam.
Lucy: Filha, quanto tempo! Estou morrendo de saudades.
Megan: Oi Mãe, estou com saudades também.
Lucy: Tá gostando de morra ai? Seu pai e a outra ai te tratam bem?
Megan: Eu to adorando morra aqui, meu pai e a Elyn me tratam super bem!
Lucy: Que bom.
Megan: Tudo bem... ai?
Lucy: Tudo sim, Bob está no jornal, Susan e Sue estão dando banho nos seus cachorrinhos frescurentos.
Megan: Entendo. – risos –
Lucy: Filha, quero que você volte para casa logo!
Megan: Mãe enquanto essas duas morarem ai, eu nunca vou voltar.
Lucy: Por que você faz isso comigo? – ela brincou.
Sem que eu percebesse, Justin chegou, ele estava na minha frente sorrindo para mim.
Megan: Mãe espera ai só um minuto.
Lucy: Ta né.
Coloquei o microfone no mudo.
Megan: Oi, sabia que aqui tem porta?
Justin: É mais legal entrar pela janela ou pela porta dos fundos.
Megan: Não mesmo.
Justin: Sua mãe?
Megan: Uhum, você tem que conhecer!
Justin: Então tá.
Eu e Justin sentamos no tapete, colocamos o notebook no sofá, minha mãe estava mexendo umas panelas quando chamamos ela.
Megan: Mãe, esse é o Justin!
Lucy: Ai meu Deus, como ele é lindo, vocês são lindos juntos! espera, vocês estão se cuidando né? Usando camisinha...
Justin não conseguiu segurar o riso e eu estava super envergonhada.
Megan: MÃE! somos apenas amigos.. por enquanto.
Lucy: Ah, me desculpem. Mesmo assim se cuidem em.
Justin: Oi senhora Luptinéggo, é um prazer conhece-lá, e pode deixar.
Lucy: Tão educado – ela sorriu – O prazer é todo meu Justin! Esperem um minuto, a comida está quase queimando.
Megan: Vai lá – risos –
Minha mãe saiu, Justin e eu não controlamos nossa risada, a minha mãe era maluca.
Justin: Ela é divertida.
Megan: Ela me fez passar vergonha.
Justin: Imagina eu.
Megan: Elyn não é como ela... ainda bem! – risos.
Justin: Ela parece ser uma boa mãe.
Megan: E é, agora as filhas do Bob que não são.
Escutei batidas na porta, levantei e Justin sumiu. Quando abri a porta, era Jason com uma cara de cachorro abandonado.
Jason: Posso entrar?
Megan: Entra!
Jason: Megan eu queria te pedir desculpa por tudo que eu te disse ontem, eu estava com a cabeça quente e foi tudo da boca pra fora.
Sabia que aquilo era verdade, mais eu tinha que parar de perdoar as pessoas fácil demais
Jason: Espera... cadê ele?
Megan: Ele quem?
Jason: Bieber!
Megan: Sumiu.
Jason: Viraram amiguinhos, não se desgrudam mais?
Megan: Vai começar!
Sentamos no sofá.
Jason: Não adianta falar nada com você, você é teimosa demais.
Megan: Que bom que você sabe!
Jason: Megan, não quero ver sofrendo, então não sofra.
Megan: Tudo bem, o mesmo para você.
Justin: Se tocar nela... eu te mato.
Justin sempre chegando sem que eu percebesse, isso não iria dar certo...
CONTINUA
dsclp essa parte se ficou bleh, minhas aulas voltaram e eu tive que resolver umas coisas mas, comentem ae. Obg amanhã eu posto outro.

11 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 17


"Você me põe de joelhos
Você me faz testemunhar
Você consegue fazer um pecador mudar seus hábitos"Bruno Mars - Locked Out Of Heaven




Megan On*
Justin abriu a porta para mim que nem percebi que haviamos chegado perdida em meus pensamentos. Desci do carro e fomos até a porta, ao entrar Ryan, Chaz e Lisa estavam na sala.
Justin: Megan já sabe da gente, não precisam fingir que estão respirando.
Megan: Oi gente.
Ryan: Quanto tempo!
Lisa: Oi..
Chaz: Megan, por que não veio aqui me visitar enquanto o gay ae não estava aqui?
Megan: Eu...  – Justin me interrompeu.
Justin: Porque NÃO Chaz!
Chaz: Tá desculpa.
Justin: Chaz não tente, Ryan dane-se e Lisa cuida da sua vida.. (pra quem não entendeu o Justin leu a mente deles e respondeu eles normalmente.) Megan vem!
Megan: Tá bom..
Justin subiu as escadas e eu fui indo atrás dele sem entender nada.
Megan: Não intendi nada.
Justin: O Chaz iria usar os dons dele com você, Ryan fez uma piadinha por eu estar com você e Lisa disse "Essa garota de novo?" – Justin fez uma voz engraçada.
Megan: – Risos – Chaz tem dons também?
Justin: Todos nós temos.
Megan: Eu pensei que estava na casa dos Bieber e não na mansão dos X men. – eu ri.
Justin: É um pouco dos dois – ele riu. Acho que a Jazzy tá no quarto com o Jaxon!
Megan: Qual é o dom do Chaz?
Justin: Ele consegue fazer você ver coisas, tipo você ter alucinações ele consegue mecher com sua mente e com sua visão.
Megan: Legal!
Justin: E eu aqui que só leio pensamentos – ele riu.
Megan: Isso também é legal, eu adoraria saber oque as pessoas pensam.
Justin: Nem sempre é bom. Olha eles estão aqui – Justin entrou em um quarto.
Justin: Trouxe alguem para ver vocês!
Jaxon: Megan! – Ele veio me abraçar.
Jaxon estava grande, nem parecia aquela criança que eu conheci a algum tempo atrás.
Justin: Jazzy oque tá fazendo? – Jazzy estava mechendo em um computador.
Jazmyn: Nada Justin! Oi Megan! Quanto tempo.
Megan: Jazzy! Você está tão linda – Ela levantou e nos abraçamos.
Justin sentou na cadeira da Jazmyn e começou a mexer naquele computador. Jazmyn e Jaxon falavam comigo e nem perceberam.
Justin: Jazzy você está falando com aquele garoto de novo?
Jazmyn: Não é da sua conta.
Justin: Eu vou matar ele.
Megan: Que garoto?
Justin: Um dos Stradengs.
Jazmyn: Ele é meu amigo!
Justin: Você quer ser amiga dele, ele não.
Megan: Justin, não é pra tanto..
Jazmyn: Meu pai não me enche tanto assim...
Jaxon: Justin olha a que eu conheci ontem – Entregou o celular para Justin.
Justin: Nossa.. mandou bem mano!
Megan: Deixa eu ver. – Estendi a mão até Justin.
Justin me entregou o celular.
Jazmyn: Tá vendo, ele não é assim com o Jaxon.
Megan: Tudo bem, eu vou falar com ele. Pega Jaxon – entreguei o celular – e Justin temos que ter uma conversa.
Jaxon: Você é namorada do Justin?
Naquele momento todos olharam para mim e Justin começou a rir. Eu não tinha ideia do que responder.
Megan: Eu... Eu não sei!
Jaxon: Então namora comigo? – Ele falou de um jeitinho timido.
Justin: Jaxon? Que isso? você já é casado com a Lisa desde quando nasceu.
Jaxon: Mais edai?
Jaxon não era mais tão timido comigo como ele era antes, deve ser por que ele era um bebê eu nem sei quantos anos eles tem.
Megan: Não, a Lisa vai me matar... Só uma pergunta, quantos anos eles tem?
Justin: Jazmyn tem 15, Jaxon tem 13... mas isso é só idade aparente.
Megan: Porque eles crescem rapido assim?
Justin: Faz parte.. Vamos lá na minha mãe?
Megan: Vamos, até depois..
Jaxon & Jazmyn: Até.
Jazmyn voltou para o seu computador, e Jaxon deitou e ficou mexendo novamente em seu celular. Eu e Justin fomos até a cozinha, Pattie estava sentada na mesa, provavelmente jantando e Jeremy a fazia companhia. Sentei com Pattie e conversamos, Justin ficou na varanda com seu pai.
Justin On*
Meu pai me chamou lá fora, fui até ele, concerteza ele iria falar aquelas coisas de novo.
Jeremy: Justin... sobre que conversamos... – Eu o interrompi.
Justin: Pai eu não vou ficar longe da Megan, desculpa.
Jeremy: Eu sei, é sobre isso que eu quero falar. Sejam felizes, pelo que eu percebi nem sua sede vai separar vocês dois. – Ele sorriu.
Justin: Valeu! – Sorri.
[...]
"Nossos corpos estavam colados, estavamos no alto de um edifício abandonado. Não foi difícil chegar até lá. Justin e eu trocavamos carinhos, Justin me falava coisas lindas. Derrepente senti uma pequena dor, como se algo estivesse me perfurando. Quando percebi Justin estava se alimentando do meu sangue, sentia uma dor enorme e pedia para que Justin parasse. Justin continuava a sugar meu sangue, eu arfava de dor mesmo assim ele ignorava. Depois de minutos perdi minhas forças e cai lentamente, Justin foi me segurando para que eu cai-se em seu colo. A expressão do seu rosto era assustadora, os olhos de Justin estavam avermelhados e seus lábios estavam avermelhados..." 
Megan On*
Despertei assustada. Justin estava sentado na ponta da minha cama me olhando.
Justin: Tudo bem, eu estou aqui.
Megan: Oque você tá fazendo aqui?
Justin: Eu gosto de ver você dormindo.
Megan: Sério? – Deitei.
Justin: Uhum, oque foi?
Megan: Um sonho ruim.
Justin: Volte a dormir. – Ele sorriu.
Megan: Acho que não vou conseguir com você me olhando.
Justin: Tudo bem.. eu já estava indo. – ele caminhou até a janela.
Megan: Não tudo bem, pode ficar, você não dorme?
Justin: Não – risos.
Megan: Então continue me olhando, eu vou dormir por que eu to morta.
Justin: Eu que to.
Rimos.
Justin: Dorme bem. – ele se sentou novamente em minha cama.
Megan: Obrigada.
Justin On*
Megan voltou a dormir enquanto eu fazia carinhos em seu cabelo, depois resolvi ir embora...
CONTINUA
Gostaram? Comentem aqui em baixo e sigam o Blog quem ainda não segue haha Bjaum :3



8 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 16


"Quando os seus lábios estão nos meus
Os nossos corações batem como um só
Mas você escorrega entre meus dedos
Toda vez que você foge"

Give You Heart a Break - Demi Lovato

Aquele park era bonito, e havia varias coisas legais lá. Eu e o Justin já  haviamos andando muito e tirado muitas fotos também. Ok, eu pensava que quando vampiros tiravam fotos eles não apareciam e o Justin riu muito quando eu contei isso para ele. Justin aparece mas as vezes ele brilhava e ele me fazia apagar a foto. Chegamos até uma lagoa aonde havia patos, ficamos observando eles e conversamos.
Megan: Eu disse que iria te odiar para sempre.  brinquei.
Justin: Eu prometi que iria ficar bem longe de você.
Megan: Eu te odeio. (fofos dms)
Justin: Fica longe de mim!
Nos beijamos(inveja on) ali, Justin sabe como dar "O Beijo", primeiro fomos nos aproximando, depois ele passou sua mão gelada no meu rosto, quando ele pediu para que eu ficasse longe dele ele me beijou, correspondi CLARO. Aos poucos Justin foi parando de me beijar e quando eu abri os olhos, ele não estava mais me beijando e nem perto de mim.
Megan: Justin? – Olhei em volta. JUSTIN?
Caminhei um pouco tentando acha-lo.
Megan: Droga. – falei para mim mesmo.
Caminhei até a beira da lagoa e fiquei observando os patos que haviam ali, Justin tinha me deixado mesmo ali?
Justin On*
Durante aquele beijo eu quase ataquei Megan. Quando percebi, já estava transformado e sai dali o mais rápido possível para me recompor. Nunca me perdoaria se eu fizesse algo a Megan. Respirei por um tempo, pensei em outras coisas, no beijo e depois voltei. Megan estava sentada da beira daquela lagoa, me aproximei sem que ela percebesse e me sentei ao seu lado.
Justin: Desculpa, foi pra evitar coisas piores.
Megan: Tudo bem, agora eu entendo.
Justin: Que bom.
Megan: Será que nunca vamos nos beijar sem que depois você fuja?
Justin: Eu não fujo por que eu quero. Eu te beijaria para sempre. (Ui)
Megan: Eu sei, isso é menos ruim.
Justin: Tá ficando tarde.. tá com fome?
Megan: Mais ou menos.
Justin: Vamos em uma lanchonete, restaurante ou sei lá, aonde você quer ir?
Megan: Lanchonete.. mas você não come comida normal.
Justin: Mais você sim, você precisa comer.
Megan: Então vamos papai. – ela brincou.
Justin: Vamos. – sorri.
[...]
Levei Megan a uma lanchonete que não era dentro daquele parque, já era mais ou menos umas 18h e estava escurecendo. Já estávamos sendo atendidos por uma garçonete.
Garçonete: Seu lanche querida, é só isso?
Megan: Sim, só isso.
Garçonete: E você, não vai querer comer nada mesmo? – ela se referiu a mim.
Justin: Não, obrigado.
Garçonete: Se quiser.. ela piscou para mim. (ignorem a Demi, foi tipo assim k)
Megan me olhou com uma cara tipo "Oque?" e eu apenas segurei o riso, esperando a garçonete se afastar.
Megan: Tá isso foi estranho. – ela riu.
Justin: E nojento..  – fiz uma careta.
Megan: Quer um pedaço?
Justin: Não mesmo.
Depois que Megan terminou de lanchar, decidi levar ela até a minha casa para que ela pudesse ver as crianças. Eu estava dirigindo quando Megan me pediu para parar o carro.
Megan: Escutou?
Megan se referia ao barulho na floresta. Mas ignorei por que assim como ela, eu sabia que era o Jason.
Justin: Não, oque foi?
Megan: É o Jason.. se importa de eu ir descer?
Esse Jason, sempre estraga tudo, eu deveria ter matado ele quando eu pude.
Justin: Pode. – eu disse seco.
Megan desceu do carro e eu fiquei lá dentro esperando ela voltar.
Megan On*
Desci do carro e caminhei até a floresta, Jason estava lá como previ. Ele estava com raiva, pelo menos era isso que ele expressava apesar de parecer que ele sempre estava furioso.
Megan: Jason, tudo bem?
Jason se virou para mim já humano, sem camisa como sempre.
Jason: Como me achou.
Megan: Você faltou me chamar mesmo estando transformado.
Jason: To bem... você já é amiguinha dele de novo?
Megan: é... – abaixei a cabeça.
Esperei Jason começar seu discurso anti Bieber. Ninguem merece.
Jason: Então era só ele voltar, e você já iria virar a quase namorada dele.. Megan acorda, ele nem gosta de você!
Megan: Jason você não nós conhece.
Jason: Não, você não conhece ele.
Megan: Jason, você não precisa implicar comigo ou com ele sempre que estamos juntos! Qual é o seu problema?
Jason: VOCÊ MEGAN! VOCÊ É O MEU PROBLEMA! – ele estava completamente alterado.
Fiquei extremamente chatiada com a maneira que o Jason falou comigo. Naquele mesmo instante, Justin chegou e segurou meu braço.
Megan: Eu achava que era sua amiga, e não o seu problema!
Jason: Eu também achava!
Justin: Megan, vem não vale a pena.
Jason: É.. vai Megan, ele agora te dar ordens?
Justin: Cala a boca, não ta vendo oque você tá fazendo? não é agindo como um idiota que você vai fazer ela ficar longe de mim!
Jason ficou em silencio, depois os dois ficaram se encarando. Naquela hora pensei que os dois iriam se matar, e eu nunca iria separar uma briga de um Lobisomem com um Vampiro. Jason se foi, e Justin segurou minha mão e voltamos para o carro.
Justin: Ainda quer ir para minha casa?
Megan: Quero.. quero sim!
Justin: Então tá. Megan ele disse aquilo tudo da boca pra fora, mas se você quiser ficar com raiva dele pra sempre, eu não me importo. Muito pelo contrario.
Fitei Justin com uma cara..
Megan: Justin agora não!
Justin: Mais pensa nisso, seria uma boa.
Megan: Tá.
Justin continuou dirigindo, e eu pensando em tudo aquilo que Jason me disse. Isso não deveria tá acontecendo, mas por um lado a culpa disso tudo não é minha. Não tenho culpa do Jason não gostar do Justin e dele querer matar todo mundo toda vez que me ver com ele...
CONTINUA
Pipous, dsclp eu disse que iria postar ontem mas o 3 comentario foi quase as 23h e eu to postando agr. Comentem e espero que estejam gostando! Bjx ;**

7 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 15


"Ei amor, você é a única, eu adoro você, venha ser minha pequena dama, minha pequena dama"
Take You - Justin Bieber

Justin respirou fundo, eu me sentei na cama e ele se sentou no chão mesmo na minha frente.
Justin: Eu e Jason somos tipo.. inimigos naturais. – ele falou aquilo com uma normalidade.
Megan: Como assim? Inimigos naturais? – ela me olhou com uma expressão confusa.
Justin: Não é só eu e o Jason que somos assim, a muito tempo atrás uma tribo do povo do Jason achou um de nós caçando por lá, eles não gostaram nada disso então ouve um desintendimento e para não ocorrer brigas, eles decidiram dividir as terras e também fizemos um trato, que já virou até lei. Não podemos ao menos pisar em locais perto da casa deles, aonde eles fazem reuniões, enfim aonde eles vivem. E o trato, é que não podemos matar ou transformar NENHUM humano.
Megan: Ah tá, continuo achando isso idiota.
Justin: Tá, vai querer perguntar alguma outra coisa?
Megan: Todos da sua familia são vampiros? cadê a Jazzy e o Jaxon?
Justin: Todos somos vampiros, mas a minha mãe é meio humana. Então ela dorme e come comida de humanos. A Jazzy e o Jaxon são Cher e Chad.
Megan: Sério? ah eu estava morrendo de saudades deles!
Justin: Desculpa, não podiamos te contar – ele riu.
Megan: Eles são adolescentes tão lindos, o Jaxon é um gatinho.
Justin: Ele puxou ao irmão sabe..
Megan: Claro que não, Jaxon é perfeito! você é.. bonitinho.
Justin: Você me acha Perfeito tá, para de mentir!
Megan: Como você sabe?
Justin: Além de você ter confessado isso agora, eu consigo ler mentes.
Megan: AI MEU DEUS EU VOU TE MATAR! – me levantei.
Eu disse aquilo nervosa e meio que desesperada, nem eu mesmo tenho ideia do tanto de bobagens que eu já pensei sobre o Justin, será que ele viu quando eu chamei ele de esquisito, ou quando eu falei que adorava o sorriso de lado dele, ou ainda quando eu chamei ele de gostoso? Que vergonha. Naquele momento deu vontade de fingir que eu havia desmaiado para evitar constrangimentos mais já era tarde.
Justin: Calma – ele também se levantou – eu não consigo ler a sua mente, já consegui algumas vezes com a ajuda da Jazzy ela é uma ótima telepata.
Megan: Então.. desculpa ai, qualquer coisa – sorri sem graça.
Justin: Tudo bem eu sei que eu sou gostoso – ele riu(amo esse gif)
Megan: Justin para, eu já to morrendo de vergonha aqui da minha mente e você ai...
Justin: Tá eu paro.
Meu pai bateu na porta e logo entrou, eu e Justin ficamos olhando para e ele e ele nos olhando.
Max: Para quem queria está morta..
Megan: Pai – balancei a cabeça negativamente.
Max: Tá eu já vou.
Meu pai saiu e fechou a porta nos deixando sozinhos novamente, nos olhamos e começamos a rir do nada.
Justin: Porque ele não gosta de mim?
Megan: Eu não sei.
Justin: Acho melhor eu ir, ele já ta com ciúmes.
Megan: Fica! – fiz um bico.
Justin: Hm.. tá afim de dar uma volta?
Megan: Vamos pra onde?
Justin: Sei lá, hoje não tem sol, posso sair numa boa.
Megan: Eu já tinha esquecido desse detalhe.
Justin: Você acha que só por que eu sou um vampiro eu usaria capas, dormiria em um caixão e viraria pó se entrasse em contato com o sol?
Megan: Mais ou menos isso.
Rimos juntos.
Megan: Me espera lá embaixo, eu vou me arrumar.
Justin: Com seu pai?
Megan: É, não temos caixão aqui – sorri.
Justin: Boba.. então ta né.
Justin saiu do quarto, e eu fui direto para o banheiro.
Justin On*
Beleza, vou ficar na sala com o pai da Megan, do jeito que ele gosta de mim já to até vendo como vai ser. Quando cheguei na sala, ele estava sentado, bebendo cerveja e assistindo jogo de Baseball/Basebol. Me sentei no sofá, não perto dele e ficamos em silencio.
Max: Você bebe? – ergueu uma garrafa de cerveja em minha direção.
Justin: Não, obrigado.
Max: Cade a Megan?
Justin: Tá se arrumando.. ela vai sair comigo.
Max: Hm.. faz um tempo que você não vem aqui... – ele observava a TV.
Justin: É, eu estava viajando.
Max: Foi por isso que a Megan ficou com raiva?
Justin: Acho que sim.
O silencio voltou. Depois de um tempo Megan desceu as escadas, ela estava linda e logo seu cheiro dominou a sala, droga. Me levantei e caminhei até a porta.
Megan: Pai eu vou ... – seu pai a interrompeu.
Max: Tudo bem.. Justin!
Justin: Sim. – me virei para ele.
Max: Toma cuidado com a minha filha.
Justin: Pode deixar. – Ele sorriu.
Eu e Justin saímos dali. Justin sempre educado, ele abriu a porta para que eu saísse de casa e abriu para que eu entrasse no carro.
Justin: Pensei que seu pai iria sacar uma arma e atirar na minha cabeça.
Megan: Calma, geralmente ele não carrega arma enquanto assiste jogos.
Rimos.
Justin: Você tá linda.
Megan: Obrigada.
Justin: Quando eu to com você.. eu meio que esqueço oque eu sou.
Megan: Oque você é?
Justin: Um demonio sugador de sangue.
Megan: Você não é isso.
Justin: Vampiros não são anjos.
Megan: Você não é qualquer vampiro.
Justin: Isso é verdade, eu sou um vampiro com Swag.
Megan: Não começa a se achar ok, obrigada.
Justin: Eu não me acho tá, é só alto estima.
Megan: Então tá.
Justin: Vamo parar aqui?
Megan: Aqui é um park né?
Justin: É..
Megan On*
Descemos do carro, e a medida que fomos andando, todos que estavam ali começavam a olhar para agente, parecia que eramos de outro planeta.
Megan: Tá todo mundo olhando.
Justin: Qual o problema? (amo esse gif 2)
Megan: Nenhum. – sorri.
Justin: Eles não estão acostumados a ver um dos Bieber andando por ai, e ainda mais com uma garota como você.
Megan: Justin, sério.. – corei.
Justin: Você é linda, deveria saber. (You're beautiful, beautiful, you should know it ♪ ♬)
Megan: Já disse pra parar. Oque que agente vai fazer?
Justin: Não faço ideia, vamos andar..
Justin segurou minha mão e começamos a andar por uma trilha que havia lá...
CONTINUA 
3 comentarios e eu continuo ainda hoje! #LEGGO 

4 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 14

"O coração acelerado
Cores e promessas
Como ser corajoso
Como posso amar quando tenho medo de me apaixonar
Mas ao ver você na solidão
Toda a minha dúvida de repente se vai de alguma maneira



Um passo mais perto



Eu morri todos os dias esperando você
Amor, não tenha medo
Eu te amei por mil anos
Eu te amarei por mais mil



O tempo fica parado
Há beleza em tudo que ela é
Terei coragem
Não deixarei nada levar embora
O que está na minha frente
Cada suspiro
Cada momento trouxe a isso



Um passo mais perto



Eu morri todos os dias esperando você
Amor, não tenha medo
Eu te amei por mil anos
Eu te amarei por mais mil



O tempo todo eu acreditei que te encontraria
O tempo trouxe o seu coração ao meu
Eu te amei por mil anos
Eu te amarei por mais mil



Um passo mais perto
Um passo mais perto



Eu morri todos os dias esperando você
Amor, não tenha medo
Eu te amei por mil anos
Eu te amarei por mais mil



O tempo todo eu acreditei que te encontraria
O tempo trouxe o seu coração ao meu
Eu te amei por mil anos
Eu te amarei por mais mil"
A Thousand Years - Christina Perri
(Tive que colocar a letra inteira :')


Megan On*
Espero que meu pai tenha dito que eu morri mesmo, não estou pronta para olhar para a cara dele, eu não resisto a isso.. Eu estava perdida em meus pensamentos, até que sua voz rouca chamou meu nome.
Justin: Megan!
Me virei, e Justin estava parado na porta, me olhando. Encarei ele e ficamos nos olhando até eu encontrar algo pra dizer.
Megan: Esqueceu de me falar algo do tipo você não serve pra mim?
Justin: Megan, você tem que me escutar. -ele disse entrando-
Megan: Vai dizer que não me ama? que não me quer por perto, desculpa isso você já disse.
Justin: Você não entende!
Megan: Você não entende? como vou entender algo que você nunca me explicou?
Justin: Era sobre isso que eu queria falar com você.
Megan: Fala então.
Justin: Na verdade isso é mais pra ser mostrado, vem comigo?
Megan: Aonde vamos?
Justin: Em um lugar menos.. com seu cheiro. -ele caminhou até a janela-
Megan: Aonde vamos? -fui até ele-
Justin: Deixe as perguntas pra depois, vem!
Justin se abaixou e me colocou em suas costas rapidamente. Eu achei aquilo super estranho. Justin pulou pela janela, e correu rapidamente dentro da floresta até o alto de uma montanha, aonde havia um jardim natural florido e uma bela vista da cidade e das montanhas. Já estava acostumado com isso por causa de Jason, mais com Justin era diferente. Desci do colo de Justin e olhei em volta.
(recomendo ler com as musicas da playlist pq fica mais lindo e lgl)
Justin: Megan, eu nem sei como começar a te dizer oque eu tenho que te contar.
Megan: Que tal por... como você consegue correr assim?
Justin: Então.. Megan eu não sou uma pessoa confiavel, eu sou um assassino.. Você não sabe o quanto eu quis que você me evitasse, que você não me tratasse bem.. que você me ignorasse, mas não você sempre foi tão legal quando estava comigo.. e curiosa também. Eu prometi pra mim mesmo que iria ficar longe de você, que eu não iria me apaixonar.
Megan: Mais porque?
Justin: Porque.. eu sou um vampiro.. -o interrompi- 
Megan: Vampiro?
Justin: Sim, vampiro. Por isso eu disse aquelas coisas pra você, por isso eu disse que não te amava, que você não era boa o bastante para mim. Eu só queria te proteger.
Megan: Você nunca me machucaria.
Justin: -ele deu uma risada irônica- Megan.. eu já quis te matar, você.. seu cheiro, seu sangue. Tem ideia de como tudo isso mexe comigo? é como uma droga.. e olha que eu nem mesmo esperimentei. Eu quero que você fique longe, que você me evite, que você seja esperta e não queira mais me ver mas eu.. eu não tenho mas forças pra ficar longe de você.
Megan: Não precisa ficar longe de mim.
Justin: Tenho medo de não me controlar.. você não tem medo de mim?
Megan: Não.
Justin: Nem mesmo sabendo que eu sou  um monstro? que eu sou o vilão e não o heroi?
Megan: Eu não tenho medo. Eu confio em você.
Justin: Não confie. -ele se sentou-
Me sentei com Justin no meio daquelas flores roxas.
Megan: Não adianta, Justin eu não vou ficar longe de você, eu também não consigo.
Justin: Quando eu te disse aquelas coisas, não era pra você ter acreditado em nada.. você foi tão ingenua.
Megan: Aquilo me machucou tanto..
Justin: Eu sei, se você não me desculpar por ter feito aquilo, por ter dito aquelas coisas, se você quiser que eu fique longe de você.. tudo bem eu te entendo mas... eu andei pensando e eu cheguei a conclusão de que eu não consigo viver sem você. Mesmo querendo seu sangue, eu quero você, o seu amor... eu não me entendo mas Megan, eu te amo. Desde aquele dia que você estava assustada por eu estar de olhando, eu sentia algo diferente, eu queria te matar, mais eu também queria ter você pra mim... -o interrompi novamente-
Megan: Já chega, não precisa falar mais nada. Justin... eu também te amo, quando você foi embora, eu tentei amar o Jason como eu te amo, mas eu não consigo sentir o mesmo por ele. Justin, me prometa que você nunca mais vai me deixar? 
Justin: Eu prometo, Megan... você quer ser a minha namorada?
Megan: É oque eu mais quero.
Justin: Espera, antes você tem que ver como eu sou de verdade.
Confesso que fiquei assustada, ele falou de um jeito. Mas não importa, ele poderia ser oque for, que ele me fazia um bem imenso só de estar ao meu lado. Justin se levantou, colocou a mão dentro de seus olhos como se fosse retirar algo, ele retirou um par de lentes de contato, e logo depois me fitou. Seus olhos eram vermelhos.. mesmo assim ele continuava lindo. Depois ele retirou sua jaqueta, e tirou sua camiseta. Ele caminhou um pouco até um ponto que havia luz do sol, quando os raios do sol tocaram sua pele, ele começou a brilhar, aquilo sim é ter brilho propio.
Justin: É assim que eu sou.
Ele me olhou novamente, brilhando e com seus olhos avermelhados.
Megan: Você é perfeito!
Justin: Megan, qual é a parte do eu sou um assassino você não entendeu?
Megan: Isso não importa.
Justin vestiu sua roupa novamente e eu fui até ele. Nos olhamos e ele me abraçou, continuamos nos olhando.. estava parecendo umas daquelas cenas de filmes romanticos e dramaticos. 
Justin: Melhor voltarmos, seu pai pode perceber que nós não estamos mais lá.
Megan: É verdade. 
Rimos juntos. Justin ficou na minha frente e em um movimento rapido, e corremos novamente, mas dessa vez fomos mais rapido, quando eu pisquei o olho já estavamos no meu quarto.
Megan: Isso é ainda mais legal com você.
Justin: Já fez isso com outro alguem?
Megan: Jason.. mas eu me sinto desconfortável, sempre acho que estou machucando ele.
Justin: Megan.. tem certeza de que quer falar sobre ele?
Megan: Aé agora é a vez das minhas perguntas! Porque vocês dois não se dão bem?
Justin:...
CONTINUA
Eu to chorando, sério :') mas então gostaram? dsclp quem queria que o Justin sofresse e tal, mais eu n conseguia mas continuar a LC sem ter o Justin junto com a Megan, mas quem sabe ele sofra futuramente... cade os comentarios? bjx :**
#Lara

2 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 13

"Então, talvez seja verdade,
Que eu não posso viver sem você"Two Is Better Than One -   Boys like Girls ft. Taylor Swift(essa musica é mais que pfta, tem tudo a ver com a LC mais eu esqueci de colocar ela na playlist :c)




Megan On*
Na medida que eu e Jason fomos nos aproximando, as pessoas notavam a nossa presença e sorriam pra nós. Ali havia garotos como Jason (que se vestiam como ele), eles tinham a mesma tatuagem que Jason tinha em seu braço esquerdo. Nos aproximamos e sentamos, todos olharam pra nós.
Jason: Gente essa aqui é a Megan!
Garoto1: Ah essa ai é a sua namorada que você disse pra gente ficar longe?
Jason: Não..
Garoto2: Claro que é, você até disse que o nome dela era Megan!
Fiquei observando aquilo sem graça e olhei para Jason com uma cara tipo "Oque?".
Jason: Calem a boca vocês. Megan ignora oque esses idiotas disseram!
Garoto3: Mas você que dis... -Jason interrompeu-
Jason: Se vocês abrirem a boca, eu mato vocês.
Megan: Calma Jason. Eai qual é o nome de vocês?
Garoto1: Scott
Garoto2: Drake
Garoto3: Sam
Havia uma garota ali também, mais ela nem falou comigo, e me olhou feio. Porque as garotas daqui me tratam assim? primeiro a Lisa depois essa ai...
Jason: Cade meu pai?
Sam: Ele disse que já estava chegando para começarmos!
Drake: Ela já sabe da gente? -disse para Jason-
Jason: Sabe -ele sorriu-
Garota: Andou espalhando nosso segredo por ai Jason?
Jason: Fica na sua!
Garota: Depois que todo mundo souber da gente...
Megan: Ei, relaxa eu não vou sair por ai contando pra todo mundo.
Garota: Acho bom.
Megan: Quem é ela? -sussurrei para Jason-
Jason: Irmã do Drake Maia.. ela não gosta muito de gente.
Megan: Percebi...
Depois de um tempo o pai de Jason chegou, eu já tinha ido na minha casa varias vezes já que ele e meu pai são muito amigos. Ele contava historias, lendas e dava conselhos, em alguns assuntos Jason o cortava não deixava ele falar sobre seus inimigos naturais, coisa que eu achei estranha. Estava tudo legal, depois ainda teve lanche para todos que estavam ali, e não era apenas eu, Jason, Sam, Scott, Drake e sua irmã eram varios garotos e poucas garotas. Quando acabou, Jason me levou para fora da floresta e eu fui para casa, não era muito tarde...
4 Meses depois;
Varias coisas haviam acontecido dentro desses 4 meses, eu consegui minha habilitação e Jason também me ensinou a dirigir moto oque se tornou uma coisa legal pra mim. Minha mãe disse que ia me dar um carro, ela também disse que era pra mim visita-lá, mais isso eu não ia fazer tão cedo. Justin? ainda existe um pouco dele na minha mente, mas logo logo isso vai passar por completo. Jason se tornou uma das minhas  pessoas favoritas, ele estava comigo sempre, ele me ensinou coisas novas, coisas sobre sua matilha, me mostrou lugares. Eu estava no meu quarto, reformando ele, adequando ele mais a minha idade, eu iria fazer 18 anos com um quarto de criança? não dá. Ele estava ficando lindo (ignorem esse tanto de posters). Escutei batidas na porta era meu pai.
Max: Megan?
Megan: Tá aberta.
Max: O loirinho tá lá embaixo!
Fiquei assustada, esse era o jeito que meu pai se referia ao Justin.
Megan: Diz que eu morri.
Ignorei a presença do meu pai e continuei colocando meus quadros na parede, meu pai continuou ali me observando.
Max: Filha, eu não vou falar isso.
Megan: Pai..
Meu pai saiu dali ignorando completamente meu chamado, oque ele iria fazer? não queria ver Justin e muito menos falar com ele.
Jason On*
Eu estava a caminho da casa de Megan, hoje finalmente eu iria pedi-lá em namoro, finalmente eu tomei coragem. Tá Drake me encheu o saco o que me deu mais motivação, ele gostava muito da Megan e eles dois eram meio que amiguinhos. Comprei flores, eu estava tão feliz, sorria até pro nada. Quando cheguei na frente da casa da Megan havia dois carros ali, o de seu pai e o do.. não pode ser... Era o carro do Justin! Naquela hora, aquela felicidade se foi, abandonei as flores ali mesmo e fui embora com a moto, eu estava com tanta raiva mais tanta raiva que eu poderia matar qualquer pessoa que eu visse pela frente. Quando cheguei na oficina comecei a jogar tudo no chão, comecei a quebrar as coisas, parei pra pensar de aquilo valia mesmo apena (?). Corri para a floresta e me transformei corri sem rumo, não conseguia imaginar Megan e Justin juntos...
CONTINUA
Oi divas, desculpem pela demora, fiquei sem internet :c amanhã eu posto outra parte muuuito perfeita :')
Como vocês perceberam eu mudei o modelo do Blog de novo, aquele estava dando muitos problemas, espero que tenham gostado, votem na enquete aqui no lado!
Comentem e sigam o blog é realmente muito importante. bjx ;3